A utilização de perspectivas históricas no ensino de ciências




Que ciência estamos ensinando? Qual o papel da história da ciência no ensino? Quais perspectivas históricas podemos levar para a sala de aula?


Recomendamos essa leitura prévia: Sobre História da Ciência na Educação em Ciências, por Nicoly Dias Humphreys.

Fique por dentro do que rolou!

Durante a apresentação tem-se a contextualização de como seria utilizar as perspectivas históricas para o ensino das ciências e como isso tem algumas ressalvas a serem feitas à fim de evitar cair no anacronismo. É feito ainda a reflexão de como a história da ciência traz um valor crítico para o ensino, tornando mais eficaz e dentro de seu propósito, além de como abordar a história na sala de aula, afinal temos diferentes visões para elas.

A discussão começa com o fato de que, hoje em dia, temos a criação de uma figura de cientista como algo inalcançável, com um contexto histórico raso e linear, quando na verdade podemos usar essa história para mostrar que a evolução temporal não significa um caminho linear que a ciência toma, afinal temos várias idas e vindas durante esse processo.

Foi dito também a importância da história da ciência no ensino básico, e quais são as possibilidades para isso ser feito, afinal hoje em dia temos uma história da ciência baseada em ídolos que na sua maioria são homens brancos, quando na verdade temos personagens diversas.

O fato de demonstrar as diferentes personagens e as problemáticas que a ciência enfrenta durante esse processo atrai as pessoas pelo fato de mostrar que não são pessoas escolhidas ou iluminadas que fazem ciência e sim pessoas normais.

É apresentado também a problemática da fragmentação do ensino e como isso repercute em outras áreas, por exemplo deixando história só para o professor de história quando temos a influência desta em todas áreas acabado por separar o imaginário dos alunos entre as matérias.

Temos na discussão o fato do descrédito da ciência, sendo que só aceito uma ciência imediatista, e como a pandemia do Covid-19 afeta esse descrédito.

Caminhando para o fim da discussão entramos em um assunto sobre como a falta de consciência histórica afeta diversos aspectos da vida cotidiana, gerando uma espécie de ciclo de falta dessa consciência histórica. A exclusão de grupos sociais da história da ciência gera o afastamento desses grupos e o descrédito, além de gerar um furo nessa consciência que afeta as vidas pessoais e a sociedade como um todo.

Você pode acompanhar toda a discussão aqui:

Contato: reunioesabertascientec@gmail.com

Autoria: Souza, C.; Damasceno, H.; Humphreys, N.; Pontes, S.; Pusceddu, L. (2020) O papel das extensões na universidade.

Créditos detalhados

Autores: Caique Oliveira de Souza, Henrique Damasceno, Nicoly Dias Humphreys, Silas Lima Pontes.

Coordenação: Luca Hermes Pusceddu.