Cama de pregos

A cama de pregos é um experimento que trabalha os conceitos de Pressão, Força e Área. É constituído por vários pregos espetados e distribuídos uniformemente sobre uma superfície, de forma que quanto maior for a área com pregos menor será a pressão de uma força aplicada nessa superfície.

Quando uma pessoa se senta em uma cama de pregos, seu peso é dividido em cada ponta de prego. Dessa forma, a pressão sentida pela pessoa é fracionada, ou seja, menor.

Por outro lado, se essa pessoa pressionar apenas o indicador em um dos pregos sentirá dor, pois nesse caso a área será muito menor e consequentemente a pressão aumentará muito.

Podemos experimentar de forma lúdica que quanto maior a área envolvida menor a pressão do sistema.

Na equação P = F/A, onde:

P= pressão

F= força

A= área

Nas visitas monitoradas aqui no Parque, os visitantes são convidados a sentarem-se na cama de pregos. A princípio, as pessoas hesitam por pensar que serão feridas pelos pregos, mas ao sentarem-se não se machucam. Neste momento é explicado que elas não sentem dor devido à distribuição da força (F) exercida pelo peso na área (A) envolvida que faz com que a pressão (P) diminua consideravelmente.

Autoria:

Bassini, A.; Pusceddu, L.; Silva, S. (2020) Cama de pregos.

Créditos detalhados

Autores:

Stephanne A. A. Silva

Luca Hermes Pusceddu

Ailton Marcos Bassini - bassini@usp.br