Alameda do Sistema Solar

SOL

O sol é a estrela central do Sistema Solar e sua temperatura é de aproximadamente 5504,85 °C e seu diâmetro equivale à 1.392.700 km, o que corresponde a 99,85% da massa total do sistema. Esta é a estrela mais próxima da Terra que produz a maior parte da energia que aquece e ilumina os planetas, sendo a nossa principal fonte de luz e de vida.

O Sol exerce uma força gravitacional de atração sobre os planetas gerando aceleração necessária para serem mantidos em órbita.

Características para que um corpo celeste seja classificado como planeta

- Orbitar o Sol

- Massa suficiente para possuir força gravitacional

- Não gerar energia por fusão nuclear

- Não deve dividir sua órbita com objetos de tamanhos significativos

Mercúrio

Mercúrio é o primeiro planeta após o sol, sendo o menor planeta do sistema solar, seu diâmetro é de aproximadamente 4.879 km, e está no grupo dos planetas rochosos. Sua distância é equivalente à 57.910.000 km possuindo uma variação de temperatura entre -173ºC e 427ºC.

Se compararmos à órbita de nosso planeta em torno do sol que leva aproximadamente 365 dias (um ano), mercúrio completa sua órbita em aproximadamente 88 dias terrestres, ou seja, quase 3 meses para completar uma volta ao redor do sol.

Vênus

Vênus é o segundo planeta e além do sol e da lua, considerado o corpo celeste mais brilhante, ou seja, que reflete com maior intensidade a luz do sol. Seu diâmetro é de aproximadamente 12.012 km, sua distância em relação ao sol é de aproximadamente 108.200.000 km.

Vênus é conhecido por ser o mais quente do sistema solar, em sua superfície a temperatura chega até 482 ºC, devido à presença de sua atmosfera, que é considerada espessa e composta principalmente por CO2, sendo o gás responsável por reter calor que provoca um forte efeito estufa que eleva a temperatura de sua superfície.


Descobrimos vida em Vênus?

Terra

A Terra é o terceiro planeta mais próximo do sol, seu diâmetro é de aproximadamente 12.742 km, e sua distância em relação ao sol é de 149.600.000 km, o tempo para a Terra dar a volta em torno do Sol é o equivalente a 365 dias, com temperatura média de 14ºC devido a presença de sua atmosfera.

Sua atmosfera é muito importante para todos os seres vivos que habitam a Terra, é ela quem controla a entrada dos raios solares através do campo geomagnético, impedindo a entrada de raios que não são benéficos para a nossa saúde. O principal gás que compõe a atmosfera é o nitrogênio, com 78,08% de volume, o oxigênio com 20,95% do volume e o restante são outros gases como o hidrogênio, dióxido de carbono, entre outros.

Marte

Marte, o planeta vermelho, é o quarto planeta do sistema solar, seu diâmetro é de 6.779 km aproximadamente e sua distância em relação ao sol, de 227.940.000 km. Para ele completar uma volta em torno do sol, o tempo estimado é por volta de 687 dias.

Faz parte do grupo dos planetas rochosos, e em sua superfície há predominância de óxido de ferro, sendo o motivo pelo qual ele se apresenta avermelhado e o que leva a sua temperatura média para -63ºC. Além disso, sua órbita contém duas luas: Fobos e Deimos.

Júpiter

Júpiter é o quinto planeta e considerado o maior do sistema solar, seu diâmetro é equivalente à 139.820 km e sua distância em relação ao sol é de aproximadamente 778.330.000 km. É o primeiro planeta após a Terra, composto por gases e elementos leves, ou seja, sem superfície sólida.

Possui cerca de 63 satélites devido à sua força de atração, que conta com o campo magnético mais forte de todo sistema. Sua atmosfera é composta principalmente por Hélio e Hidrogênio, sendo um dos aspectos mais marcantes na “Grande Mancha Vermelha”, uma tempestade que está em plena atividade há séculos e seu tamanho é tão grande que caberia vários planetas Terra dentro dela.

Saturno

Saturno é o sexto planeta considerado o segundo maior do sistema solar, seu diâmetro é equivalente à 116.460 km e sua distância em relação ao sol é de aproximadamente 1.426.400.000 km. É bastante conhecido por seu belo sistema de anéis.

Os anéis são formados por bilhões de pequenos pedaços de rocha e gelo, localizados próximo da linha do equador, sendo a região com maior força centrífuga, que empurra as partículas para fora e ao mesmo tempo que a força gravitacional atrai as partículas para dentro, tendo como resultado do encontro dessas forças o aparecimento dos anéis.

Urano

Urano é o sétimo planeta e o terceiro maior do sistema solar, e foi o primeiro planeta a ser encontrado por um telescópio pelo astrônomo William Herschel, em 1781. Seu diâmetro é equivalente à 50.724 km e sua distância em relação ao sol é de aproximadamente 2.870.990.000 km, sua órbita para ser completa em torno do sol é de 84 anos, e sua principal composição são gases e gelo, compondo o grupo dos planetas gasosos.

Netuno

Netuno é o oitavo e último planeta do sistema solar desde a retirada de Plutão como não sendo mais um planeta. Netuno faz parte do grupo dos gigantes gasosos, seu diâmetro é equivalente à 49.244 km e sua distância em relação ao sol, é de 4.504.300.000 km aproximadamente. Netuno leva cerca de 165 anos para dar uma volta em torno do sol. Além disso, sua atmosfera é considerada a mais fria do sistema solar, ou seja, sua temperatura média é por volta de -224 ºC.


Lua

Sim, a Lua não é um planeta! Mas não deixaremos de mencionar o nosso único satélite natural da Terra, sendo o seu tamanho comparado com os outros satélites de outros planetas o quinto maior do sistema solar. Seu diâmetro é equivalente à 3.474,2 km e sua distância em relação à Terra, é de aproximadamente 384.400 km. Existem diversas teorias sobre a origem da Lua, e a teoria mais aceita hoje é que a Lua foi gerada a partir de uma colisão de um meteoro com a Terra, onde a Terra se encontrava em sua última fase de formação, isto ocorreu por volta de 4,6 bilhões de anos atrás.

Autoria: Luz, F.; Barbosa, C.; Filho, I.; França, D.; Klafke, J.; Bassini, A. (2020) Alameda do Sistema Solar.

Créditos detalhados

Autores:

Fabíola Xavier Luz

Caio Rodrigues Barbosa

Ismael Augusto de Souza Filho

Daniel Araújo de França

Júlio C. Klafke

Ailton Marcos Bassini (bassini@usp.br)

Apoio técnico:

Pedro de Oliveira Gruppelli