Sismologia x confinamento pela COVID-19


Você sabia que é possível observar nos registros de uma estação sismográfica os efeitos da quarentena por conta do COVID-19 ?

Pois é, o sismógrafo pode até monitorar a adesão da população à quarentena imposta pelo governo.

Com a quarentena, o ruído cultural (ruído proveniente das atividades humanas) foi bastante reduzido, em cerca de 50% em média.

Este é um dado científico retirado ou fornecido pela RSBR (Rede Sismográfica Brasileira), que tem 99 estações sismográficas espalhadas pelo território brasileiro, conforme mostrado no mapa (os triângulos).

A RSBR tem como objetivo principal registrar os sismos no Brasil e no mundo (sismo ou tremor de terra ou abalo sísmico ou terremoto).

Ailton Marcos Bassini, Espaço Geofísica do Parque CienTec da USP.



fonte: www.sismo.iag.usp.br

Autoria: Bassini, A. (2020) Sismologia x confinamento pela COVID-19.