Glossário TMCG de Junho

Palavras utilizadas nas publicações de Junho:


  • Ações Antrópicas: ações realizadas pelo ser humano que podem provocar alterações no meio ambiente.


  • Colapso Ecossistêmico: situação de falta de recursos naturais ou de condições necessárias para manter-se um ecossistema.


  • Conscientização Ambiental: informar sobre questões ambientais que precisam ser consideradas e trabalhadas por um coletivo. Problematização entre ser humano e natureza, ou seja, um dos principais objetivos ao tratar de problemas identificados no meio ambiente. Anda junto com a educação ambiental.


  • Consumo Desenfreado: uso de recursos naturais de maneira descontrolada. Estilo de vida adepto às condições impostas pela sociedade e sua economia. Muito prejudicial ambientalmente devido a escassez de recursos e descarte inadequado de diversos tipos de resíduos.


  • Desertificação: perda da capacidade de renovação biológica das zonas áridas, semi-áridas e sub-húmidas, por ação humana ou variação climática.


  • Equilíbrio Climático: condições naturais para manutenção da vida na Terra. Muito perturbado por meio das ações antrópicas. Objetivo pelo qual medidas de mitigação das mudanças climáticas atuam, moderando a alteração da temperatura média global.


  • Gradativa(o): referência a um aumento ou diminuição de algo em sequência. Feito de pouco em pouco de maneira sempre avançada ou evoluída.


  • Grande Barreira de Corais: localizado na costa nordeste da Austrália, é uma barreira de recifes de coral, com 2.000 km de extensão, que se estende paralelamente à costa. A maior parte dela fica embaixo da água. A Grande Barreira de Coral se localiza no mar de Coral.


  • Incubação: período desde a postura dos ovos até o nascimento, no caso citado, das tartaruguinhas.


  • Instituições Públicas: conjunto de diretrizes sociais que possui funcionamento sem o objetivo de alguma forma de lucro. Os recursos obtidos por esse meio se convertem em melhorias para o próprio sistema. Seus serviços podem ser gratuitos (como saúde e educação) ou pagos (emissão da carteira de motorista). Vincula-se à política nacional.


  • Insustentabilidade: algo que não pode mais ser suportado. No contexto ambiental caracteriza junto a crise de recursos, desequilíbrio e colapso ecossistêmico, assim por diante.


  • Mata Ciliar: florestas, ou outros tipos de cobertura vegetal nativa, que ficam às margens de rios, igarapés, lagos, olhos d´água e represas. O nome “mata ciliar” vem do fato de serem tão importantes para a proteção de rios e lagos como são os cílios para nossos olhos.


  • Organizações privadas: conjunto (ordenamento) que possui recursos próprios ou de terceiros (comprados). Podem ser exemplificadas como empresas fora do setor público. Possuem fundamentações em seus próprios fornecedores e sócios como forma de financiamento ou patrocínio. Não são necessariamente nacionais.


  • Pesca artesanal: pesca de pequena escala, com fins comerciais ou para consumo, praticada de forma autônoma ou em regimes de economia familiar de forma desembarcada ou em embarcações de pequeno porte.


  • Preservação: ação sustentável de aumento de durabilidade para determinado recurso natural ou espécie. Tentativa de garantia de integridade ambiental.


  • Seca: fenômeno natural onde se regista um déficit de água por um extenso período de tempo, com danos na agricultura, pesca e habitat dos seres vivos em geral.


  • Setores Produtivos: separação de departamentos profissionais que são definidos por sua economia, como por exemplo na indústria. Podem ser classificados em primário (fornecedor da matéria-prima), secundário (transforma a matéria prima em produtos) e terciário (satisfaz as necessidades funcionais da sociedade).


  • Sistemas Agroflorestais: são formas de uso ou manejo da terra, nos quais se combinam espécies arbóreas (frutíferas e/ou madeireiras) com cultivos agrícolas e/ou criação de animais, de forma simultânea ou em seqüência temporal e que promovem benefícios econômicos e ecológicos.


  • Sustentável: aquilo que pode ser suportado, constância de seguro em condições. O que é possível de basear-se. No contexto ambiental, a sustentabilidade define condições possíveis como agentes de obstáculo/mitigação de danos à natureza.



Confira nossas publicações e o glossário com as palavras deste mês: https://linktr.ee/ecossistemas_costeiros


Glossário completo:

https://parquecientec.usp.br/passeio-virtual/trilhas-do-parque-cientec/trilha-fontes-do-ipiranga/gincana-virtual-das-mudancas-climaticas/glossario

Franco, D. (2021) Glossario TMCG de Junho.